A resposta personalizada
às necessidades do seu organismo
A resposta personalizada às necessidades do seu organismo

A nutrição é uma área da saúde que auxilia a prevenção e o tratamento de doenças. A nutrição funcional, mais concretamente, é uma vertente desta ciência em que a perspetiva é a de que cada paciente tem necessidades diferentes, sendo necessária uma visão individual e personalizada para cada pessoa.

Para compreender melhor a nutrição funcional, importa ter em mente os seus princípios.
Individualidade bioquímica – cada pessoa tem uma expressão genética, reações alimentares e ritmos biológicos únicos.
Tratamento centrado no paciente – por existir uma individualidade bioquímica, cada paciente deve ter um plano alimentar e de tratamento individual.
Equilíbrio nutricional e biodisponibilidade dos alimentos – é preciso ter em atenção os nutrientes ingeridos em cada alimento, assim como quais os que o nosso organismo consegue digerir.
Saúde como vitalidade positiva – o objetivo passa por termos saúde num sentido mais amplo, em vez de, simplesmente, não termos sintomas de doenças.
Interrelações pela teia de interconexões metabólicas – processo que identifica fatores bioquímicos, neurológicos, emocionais, mentais, hormonais, imunológicos, físicos, padrões de sono e relaxamento, prática de atividade física, hidratação, stress, relacionamentos e convívios sociais e como estes, direta ou indiretamente, influenciam a interação entre sistemas.

VER MAIS

Para a análise dos elementos que ajudam a conhecer o organismo de cada um, são utilizadas as seguintes ferramentas:

  • aplicação da teia de interconexões metabólicas;
  • avaliação da ingestão alimentar;
  • avaliação do desequilíbrio da flora intestinal;
  • avaliação das hipersensibilidades e/ou intolerâncias alimentares;
  • exames laboratoriais.

Assim, depois de analisados todos os dados disponíveis, é elaborado um plano nutricional individualizado e equilibrado em micro e macronutrientes, em que os alimentos e suplementos alimentares naturais são recomendados de acordo com as funções que desempenham no organismo.

Os melhores especialistas
para o seu tratamento

“A forma como nos alimentamos representa a forma como nos tratamos a nós mesmos. Mais do que uma alimentação saudável considero que devemos ter uma alimentação funcional.” Dra. Susana Barros – Nutricionista

venha Conhecer-me
PERGUNTAS FREQUENTES
Qual é a diferença entre a nutrição funcional e as restantes vertentes da nutrição?

A nutrição tradicional foca-se apenas no objetivo apresentado pelos pacientes. Por outro lado, a nutrição funcional não só procura uma solução para o caso de cada paciente, como analisa elementos para além do que se relacione diretamente com os objetivos apresentados. A ideia é, olhando para um quadro mais geral, evitar que outros problemas venham a surgir no futuro, ajudando cada paciente a atingir um equilíbrio entre a saúde do corpo e da mente.

Na nutrição funcional, contempla-se a opção da toma de suplementos alimentares?

Sim. Quando necessário, complementa-se que, para além do plano alimentar, se tomem suplementos que ajudem a alcançar as necessidades individuais do paciente, a biodisponibilidade e a interação dos nutrientes.

Quando planeamos uma dieta, basta analisar o valor nutricional de cada alimento?

Não, analisar o valor nutricional de cada alimento não é suficiente. Por exemplo, uma fatia de bolo e três bananas podem ter as mesmas calorias, mas vão fornecer nutrientes muito diferentes, e isso também é relevante.

Um alimento tem o mesmo efeito em diferentes pessoas?

Não, um alimento pode ter um efeito diferente em diferentes organismos. Por exemplo, o abacate pode ser benéfico para uma pessoa mas causar desconforto intestinal a outra.

Crédito até 24 Meses 0% juros.
Exemplo para um financiamento de 3600€ a 24 meses, com mensalidade de 150€