Manequim Lucia Garcia fala de aumentar o peito na MyMoment

A manequim LÚCIA GARCIA submeteu-se a um aumento mamário e está encantada. A modelo revela ainda que está apaixonada pelo futebolista, BRUNO AGUIAR.

Ver Mais

Recuperada da separação de Isaac alfaiate, a modelo decidiu fazer um aumento mamário. lúcIa GarcIa está a passar uma boa fase a nível pessoal, ao lado do futebolista Bruno Aguiar, e a nível profissional, preparando-se para se estrear no teatro.

VIP – Submeteu-se a uma cirurgia de aumento de peito. Era um desejo antigo ou surgiu em consequência de ter sido mãe?

Lúcia Garcia – Há quase oito anos, quando fui mãe, tive vontade de fazer uma cirurgia de aumento mamário, porque o meu peito sofreu algumas alterações depois de amamentar, mas não tive coragem. Agora, achei que estava na altura de aumentar o peito. Não para aumentar muito o peito, mas para ficar com o que tinha antes de ter amamentado.

Correu tudo bem?

Sim, correu.

Como foi a recuperação?

Foi tranquila. Não tive dores nenhumas. O meu pós-operatório não foi muito doloroso. Apenas senti o peito um pouco mais dorido.

Qual é o procedimento agora?

Durante um mês não posso fazer grandes esforços. O que me faz lembrar-me mais que fiz uma operação é quando durmo, porque gosto muito de dormir de barriga para baixo e agora tenho de dormir de barriga para cima. Óbvio que o meu peito ainda não está como vai ficar, porque a cirurgia é muito recente, mas gostei muito do resultado.

Há mais alguma parte do seu corpo que gostava de ver alterada?

Não, gosto de tudo no meu corpo. Mas, além da cirurgia que fiz, sigo um plano de tratamentos com ondas acústicas na Clínica MyMoment para tonificar o corpo e prevenir a celulite .

Se algum dia sentir que precisa de mudar algo, não terá problemas de voltar a recorrer à cirurgia estética?

Se voltar a ser mãe e o peito alterar, é obvio que volto a fazer. Fui muito a medo, por isso estive quase sete anos a preparar-me. A partir do mo- mento em que vim à clínica, a Carla [diretora da clínica] e a equipa dela puseram-me à vontade e mostraram-me que não é um “bicho de sete cabeças”. O cirurgião e a equipa tranquilizaram-me. As próteses que coloquei são de uma marca con- ceituada, com todas as certificações e com garantia vitalícia.

 

Etiquetas: 2012/08 / Nova Gente / Vanessa Oliveira e Laura Figueiredo