Mastopexia – Levantamento dos Seios – Casos Antes & Depois


Mastopexia com Troca Próteses Anatómicas B-Lite 240cc

Um excelente exemplo do tipo de resultado que se pode obter com a troca de próteses.

Paciente Internacional de 42 anos com quatro gravidezes prévias. Tinha realizado anteriormente duas mastopexias com próteses. Com a primeira cirurgia,  sentia muito peso (havia colocado próteses de 330cc). Na segunda intervenção, em 2015, após colocação próteses redondas de perfil alto de 240cc, continuou insatisfeita com o resultado a nível de forma. Pretendia agora corrigir a posição do CAM (complexo areolomamilar) e a forma da mama. O Dr. Nuno Fradinho observou que a paciente apresentava CAM demasiado subidos, que além de inestéticos viam-se acima do rebordo do soutien, com próteses redondas de alta projeção e excesso de pele nos quadrantes inferiores, bem como uma cicatriz em T com componente horizontal.

Após análise, acordou-se realizar-se uma mastopexia secundária com próteses anatómicas de 255cc e projeção média, em plano subglandular. Para melhorar a sensação do peso das próteses, optou-se pelas próteses B-lite, que permitiram uma redução significativa do peso apesar da dimensão ligeiramente superior às próteses anteriores. Para esta cirurgia, realizada pelo Dr. Nuno Fradinho e Dr. Nuno Maria, foi aplicada uma cicatriz em T invertido e pedículo superior, com capsulectomia

Obteve-se um resultado muito mais natural e confortável para a paciente.

Mastopexia periareolar com proteses redondas e lipoaspiração grande

Paciente Saudável. Gesta 0 para 0.
Apresentava flacidez cutânea do tronco e coxas. Adiposidade localizada abdominal, flancos coxas. Mama túbera grau I/II, sem herniado CAM, QII ausente. Fez simulação 3D e em consulta com o Dr. Nuno Fradinho, decidiram por uma mastopexia com próteses redondas de 375cc. Foi explicado o procedimento, riscos, benefícios e potencias complicações, bem como as limitações da lipoaspiração, nomeadamente pela possibilidade de flacidez pós-operatória ao nível do abdomen, flancos, dorso e coxa. Para a correcção de mama tuberosa, o médico explicou igualmente as limitações de forma e cicatrizes (periareolar e vertical, com ou sem componente horizontal).
Sob anestesia geral e epidural procedeu-se a:
– mastopexia bilateral periareolar com próteses redondas 375HP em plano subglandular
– lipoaspiração tumescente da região abdominal e flancos (total aspirado 2600cc dos quais 1500cc de gordura).
Obteve-se um excelente resultado estético, conseguindo-se uma simetria mamaria.

Mastopexia-caso-antesmastopexia-caso-depois
Mastopexia Caso Antes Lateral

Mastopexia com Próteses Redondas
Mulher de 36 anos, apresentava uma mama descaída pronunciada (Ptose nível III), resultado de amamentação, não tendo melhorado com a prática de exercício físico no ginásio. Pretendia uma mastopexia com próteses de tamanho médio, para recuperar a sua forma original, não tencionado engravidar de novo. Após observação e simulação em 3D com Realidade Aumentada, Dr. Nuno Fradinho e paciente optaram por uma mastopexia vertical bilateral com próteses redondas de 235cc em plano subglandular. Após 6 meses apresenta um resultado muito gratificante, com cicatrizes verticais pouco notórias.

levantamento dos seios caso anteslevantamento dos seios caso depois
levantamento dos seios caso antes frentelevantamento dos seios caso depois frente

Mastopexia com correção de assimetria e Próteses Redondas – 38 anos
Referia diminuição do volume e alteração da forma da mama, após duas gravidezes prévias, além de assimetria.
Sob sedação e anestesia local procedeu-se a Mastopexia periareolar, com colocação de próteses redondas de projeção média-alta, com 275cc à esquerda e 250M+ à direita, para correção da assimetria, em plano Subglandular. Muito satisfeita com resultados e com a correção da assimetria prévia.

Fotos do depois tiradas após 2 meses