Revista Cristina – Tudo o que precisa de saber sobre implantes mamários

Revista Cristina - Tudo o que precisa de saber sobre implantes mamários

Escolher implantes mamários é um passo importante — e uma decisão difícil para muitas pacientes — que causa ansiedade e preocupação durante o período de avaliação e preparação da cirurgia. Mas não tem de ser assim. O cirurgião plástico desempenha um papel importante na escolha dos implantes, devendo sempre aconselhar com base nas características físicas da paciente e sabendo interpretar e compreender os seus objetivos estéticos, procurando ajustar as suas expectativas à realidade.

Muitas das pacientes que vêm à nossa consulta com o objetivo de realizar uma mamoplastia de aumento, têm já definido o tipo de prótese que pretendem e uma ideia do resultado; conhecem alguém que foi submetido a este procedimento cirúrgico, com determinado tipo de próteses, o resultado estético é do seu agrado e pretendem igual para si. Ora, existem alguns pontos a considerar no momento da escolha do tipo de prótese:

    • Os implantes mamários são estruturas tridimensionais disponíveis em diferentes formas: redondos, em gota ou anatómicos, mais ou menos projetados, mais ou menos largos, mais ou menos altos, etc.
    • As pacientes não são todas iguais e têm características anatómicas distintas: anatomia do tórax, volume e características da mama, gordura existente por baixo da pele, elasticidade da pele, etc.

Tudo são fatores que terão grande impacto no resultado final, razão pela qual implantes idênticos colocados em pacientes diferentes terão, provavelmente, resultados estéticos diferentes. Cada caso é um caso e cada paciente deverá ser avaliada e aconselhada individualmente.

Para além da nossa opinião clínica, temos atualmente à disposição diversos instrumentos que nos ajudam a tomar esta decisão, nomeadamente os simuladores 3D. Esta tecnologia inovadora permite-nos obter uma imagem tridimensional do tórax da paciente, simular a colocação de próteses diferentes (várias formas e volumes) e prever o resultado aproximado após a cirurgia; torna-se mais fácil a gestão de expectativas das pacientes e vemos aumentada a taxa de satisfação.

Confiar no seu cirurgião plástico é fundamental. Escolha sempre um cirurgião plástico certificado e experiente, que participe em todo o processo, incluindo a escolha do melhor implante para si.

Por Dr. Nuno Fradinho e Dr. Nuno Maria.

Artigo originalmente publicado na Revista Cristina. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

LIGAR AGORA
PEDIR INFORMAÇÕES
MARCAR CONSULTA