Lipofilling: aumento de glúteos e elevação da autoestima

Lipofilling: aumento de glúteos e elevação da autoestima

Se na primeira gravidez, com apenas 22 anos, o corpo da Filipa recuperou com relativa rapidez, na segunda, aos 34, a história foi bem diferente! As suas nádegas já não eram muito firmes, mas a segunda gravidez agravou ainda mais a situação.

O exercício físico não foi suficiente e com uma vida pessoal e profissional agitada, o problema parecia não ter solução!

 

A idade não perdoa e o corpo é que paga!

O tempo e a gravidade são implacáveis e isso reflete-se nos nossos corpos, à medida que envelhecemos. Os glúteos são das zonas em que este facto mais se verifica, especialmente para quem já tenha predisposição para a flacidez ou cujos músculos glúteos sejam pouco volumosos. O exercício físico e uma alimentação cuidada são aliados importantes para combater essa tendência, mas em certos casos, não sendo suficientes, pode ser necessário recorrer à cirurgia.

Assim, para ter umas nádegas mais firmes, volumosas ou com um formato mais arredondado, há 2 soluções: o lipofilling de glúteos e a gluteoplastia.

 

Como conseguir um aumento de glúteos perfeito

A primeira opção é aquela a que a paciente do caso apresentado recorreu. A nossa dupla de cirurgiões, Dr. Nuno Fradinho e Dr. Nuno Maria, dizem-nos que é comum em situações em que, para além de se querer aumentar e conferir firmeza aos glúteos, existe excesso de gordura noutras regiões do corpo. Falamos, portanto, de lipoescultura, porque, à semelhança de um escultor, o cirurgião realiza um trabalho de modelação e definição do contorno corporal. Permite também que zonas que tenham problemas de contorno, como depressões, possam ser corrigidas. A gordura deve ser colocada debaixo da pele, para que o procedimento seja seguro. Não é possível, por exemplo, realizar um aumento de glúteos enorme, porque há limites para a gordura que aí permanece a longo prazo.

Não havendo gorduras indesejáveis a retirar de outras partes do corpo, recorre-se à gluteoplastia para realizar o aumento de glúteos, utilizando próteses. Esta cirurgia tanto pode ser para aumentar, levantar ou remodelar as nádegas. A prótese pode ser colocada sobre, debaixo ou dentro do músculo glúteo maior. E, tendo em conta as características anatómicas da paciente e os objetivos que se pretenda alcançar, o tamanho e o melhor formato da prótese devem ser escolhidos em conjunto com o cirurgião plástico. O material das próteses é muito semelhante ao das usadas na mamoplastia, mas mais resistente à pressão. Graças à sua natureza gelatinosa e maleável, o resultado é muito natural e as marcas ficam escondidas no sulco entre as nádegas.

No caso do lipofilling, é possível voltar à vida normal entre 10 e 15 dias. Fazendo uma gluteoplastia, é necessário esperar entre 3 a 4 semanas.

Nos últimos anos, também as mulheres mais jovens (entre os 25 e os 35 anos) procuram a cirurgia de aumento de glúteos, normalmente aliada à lipoescultura da zona da barriga e flancos. Isto porque, geralmente, as mulheres preferem ter cinturas definidas e nádegas maiores.

Portanto, se pretende esculpir o seu corpo ou, simplesmente, fazer um aumento de glúteos, para, finalmente, ter as nádegas com que sempre sonhou, talvez esteja na hora de marcar uma consulta na clínica MyMoment. Assim, poderemos esclarecer todas as suas dúvidas, e sugerir a melhor opção para o seu caso!

LIGAR AGORA
PEDIR INFORMAÇÕES
MARCAR CONSULTA