Existe uma idade certa para a cirurgia estética?

foto de médico a explicar a idade certa para tratamento

Num primeiro instinto estamos inclinados para responder que sim a esta pergunta, ou seja que há uma certa idade em que os procedimentos estéticos são mais indicados. Mas na verdade se reflectirmos um pouco encontramos inúmeros problemas estéticos que poderão ser melhorados bem cedo na vida e um exemplo claro são as orelhas em abano.

Nas idades mais precoces, uma cirurgia estética bastante comum é a otoplastia , ou seja a correcção das orelhas aladas ou orelhas em abano. A idade indicada a partir da qual esta cirurgia se pode realizar são os 6 anos. O resultado é definitivo e o facto de se operar nesta tenra idade prende-se com o facto de ser a idade de entrada na escola primária e uma forma
atempada de evitar situações de jacota ou gozo por parte das crianças da mesma idade. Não quer isto dizer que a cirurgia não possa ser realizada mais tarde.

Outros exemplos de cirurgia estética que se podem realizar ainda enquanto jovens são : a cirurgia da mama masculina, em casos de ginecomastia, ou a mamoplastia de redução, em casos de gigantomastia em raparigas.

As jovens mulheres de 12 a 15 anos poderão ter um desenvolvimento rápido e exagerado da mama e apesar de terem um peso e estrutura adequados, têm uma mama desproporcional ao seu tamanho. O volume da mama torna-se incomodativo e impeditivo de realizar actividades da vida diária e poderá ser necessário recorrer à cirurgia.

Numa fase de jovem adulta ou adulto as cirurgias estéticas mais comuns são as lipoaspirações ou a mamoplastia de aumento/mastopexia. Nesta idade é frequente as mulheres e os homens quererem alterar algum traço do seu corpo para se aproximarem do seu estereótipo de beleza, e por isso recorrem às mão de um cirurgião plástico. Ambas as cirurgias (mamoplastia e lipoaspiração) produzem alterações incríveis e ao mesmo tempo compensadoras do corpo. O aumento de volume da mama e melhoria da sua forma ou a eliminação de gorduras localizadas através da lipoaspiração são duas cirurgias muito frequentes.

Há um grupo de mulheres que após a gravidez, e quando já não pretendem ter mais filhos, recorrem à cirurgia plástica. É o chamado mummy makeover. Habitualmente procuram a cirurgia de contorno corporal, como a lipoabdominoplastia que, além de devolver a silhueta ao corpo da mulher, permite corrigir a posição dos músculos abdominais, sendo uma verdadeira cirurgia rejuvenescedora. Simultaneamente, e após o período variável de aleitamento materno, as mulheres buscam uma melhoria da posição e forma da mama, que muitas vezes sofre alterações drásticas. É muito frequente haver necessidade de remover alguma pele ou restituir o volume perdido. É possível
realizar as duas cirurgias ao mesmo tempo e realizar uma transformação integral do corpo da mulher.

À medida que os anos passam a procura de cirurgias estéticas incide sobretudo em cirurgias rejuvenescedoras da face ou do corpo. É portanto frequente que a partir dos 40 anos, se procurem cirurgia como a blefaroplastia ou o lifting facial. Ambas são cirurgias rejuvenescedoras do olhar ou de toda a face que permitem retirar 10 anosà face.

Existem ainda grupos mais específicos de pessoas que procuram a cirurgia estética. Um caso são as pessoas que se submeteram a cirurgias de redução do estômago ou dietas com grande perda ponderal. Muitas vezes são necessárias mais do que uma cirurgia para conseguirmos devolver a
forma desejada. Combinamos cirurgias como por exemplo a braquiplastia, a cruroplastia, o bodylift (cirurgia circunferencial de remodelaçãoo corporal), a abdominoplastia ou a mamoplastia. Não há uma idade para este tipo de cirurgias
e a partir do momento em que o peso se encontre controlado, é-se candidato a iniciar o processo de remodelação corporal com a cirurgia plástica.

Um pequeno apontamento: existem procedimentos estéticos que são cada vez mais frequentes e que podem evitar e atrasar uma cirurgia estética. Falamos principalmente dos fillers e da toxina botulínica, sem esquecer os fios suspensores ou a mesoterapia.

A segurança destes produtos e a variabilidade de utilizações permite que os usemos sempre que haja indicação médica/estética. É perfeitamente lícito utilizar um preenchimento de lábios numa jovem de 20 anos, por exemplo. Não tem praticamente quaisquer contraindicações e tem um resultado natural e muito satisfatório. De salientar que a utilização da toxina
botulinica é extremamente frequente entre os homens e mulheres portugueses, e cada vez mais cedo. A toxina como tem um efeito paralisador dos músculos da mímica facial responsáveis por rugas dinâmicas da face e evita que as rugas se produzam e que a pele seja lesada continuamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

LIGAR AGORA
PEDIR INFORMAÇÕES
MARCAR CONSULTA