Peeling: ano novo, pele nova!

Peeling: ano novo, pele nova!

Se se está a questionar sobre o motivo pelo qual o início do ano é a melhor altura para realizar um peeling, veio ao sítio certo! Primeiro, é importante perceber exatamente o que é um peeling, como é realizado e quais as suas vantagens. Depois, será fácil compreender por que é que o inverno é uma boa altura para o fazer. Vamos a isso?

 

O que é um peeling e por que o devemos fazer agora

O peeling químico é algo de que ouvimos falar há muitos anos. Mas, será que sabemos exatamente o que é? De forma simples e rápida, podemos defini-lo como um tratamento que, através da aplicação de um determinado produto químico sobre a pele, permite remover camadas superficiais, médias e profundas da pele, de maneira a:

  • rejuvenesce-la;
  • eliminar manchas e cicatrizes — nomeadamente, provenientes do acne e melasma;
  • recuperar a elasticidade;
  • devolver a luminosidade;
  • atenuar olheiras.

Os peelings são tratamentos realizados com químicos que dessaturam as proteínas de junção das células da pele, “soltando-as” umas das outras. É através deste processo que se dá a descamação da pele.

E isto leva-nos ao motivo pelo qual esta é uma excelente altura para se proceder a este tratamento: está frio e há uma menor exposição solar, exposição esta que pode provocar manchas e aumentar o desconforto da pele.

 

Os peelings na MyMoment

Na MyMoment, com a orientação e acompanhamento da nossa dermatologista, Dra. Sofia Borges, são realizados peelings a camadas:

  • superficiais — com os ácidos lático, glicólico e salicólico, aligeiram rugas e manchas, tornando a pele mais homogénea;
  • médias — com ácido tricloroacítico a 30%, são indicados para o tratamento de rugas mais profundas, cicatrizes de acne, manchas e pele áspera e porosa. A pele fica mais tonificada.

Alguns destes peelings têm sido associados a outros componentes, para terem efeitos sinergéticos, com o fim de tratar algumas patologias. É o caso do ácido tranexâmico que, por si só, não promove o efeito do peeling, mas tem um impacto positivo nas manchas de melasma.

Para se obter os resultados pretendidos com o peeling químico, devem ser realizadas entre 4 a 6 sessões, com a duração média de 30 minutos. A descamação acontece até 5 a 7 dias após o tratamento, que não requer anestesia. Há dois cuidados transversais a todos os procedimentos, independentemente da profundidade do peeling realizado: usar proteção solar após o procedimento e não arrancar a pele que se vai soltando. Outros cuidados a ter, antes e depois do peeling, serão adaptados de acordo com o paciente e a profundidade do tratamento.

 

Estes são os dados mais importantes a reter, relativamente ao peeling. Mas é importante perceber que cada caso é único e que só os profissionais devidamente preparados para tratar este tipo de casos poderão dizer que tipo de peeling melhor se adequa à sua pele e aos seus objetivos. Que tal marcar uma consulta de avaliação, para que lhe possamos dar a orientação de que precisa?

LIGAR AGORA
PEDIR INFORMAÇÕES
MARCAR CONSULTA