A troca de prótese para, finalmente, realizar o sonho

A troca de prótese para, finalmente, realizar o sonho

Quando as pacientes chegam à nossa clínica com a intenção de fazer uma troca de prótese, pode significar que houve, no passado, um tratamento que correu menos bem. Daí que seja tão importante escolher bem os profissionais com quem se decida fazer algum tipo de intervenção estética, como a mastopexia.

O caso que agora lhe damos a conhecer é um exemplo  com dois procedimentos cujos resultados estéticos não foram os previstos.

A troca de prótese soluciona

A nossa paciente é internacional, tinha 42 anos e um histórico de 4 gravidezes quando chegou até nós. Antes de ser tratada pela nossa dupla de cirurgiões, Dr. Nuno Fradinho e Dr. Nuno Maria, a nossa paciente já havia feito duas mastopexias com próteses, que não correram como esperava.

Após a primeira cirurgia, a paciente sentia muito peso — tinha próteses de 330cc. Na segunda intervenção, em 2015, após uma troca de prótese para próteses redondas, de perfil de alta projeção e 240cc, continuou insatisfeita com a forma das mamas. Por fim, com esta nova troca de prótese, a nossa paciente pretendia corrigir a posição do CAM (complexo areolomamilar) e a forma da mama.

O Dr. Nuno Fradinho observou que a paciente apresentava os CAM demasiado subidos, que, além de inestéticos, se viam acima do rebordo do soutien. Havia ainda excesso de pele nos quadrantes inferiores, bem como uma cicatriz em T com componente horizontal demasiado grande.

A troca de prótese para, finalmente, realizar o sonho

 

As próteses mamárias mais leves do mercado

Após a consulta médica, os nossos médicos e a paciente acordaram que se iria realizar uma mastopexia com próteses anatómicas de 255cc e projeção média, em plano subglandular, isto é, entre o músculo e a glândula mamária.

Para melhorar a sensação do peso das próteses, optou-se por fazer a troca de prótese por um tipo que permite uma redução significativa do peso, apesar da dimensão ligeiramente superior às próteses anteriores. Tratam-se das próteses mais leves do mercado, que chegam a ser 30% mais leves do que as convencionais. Com esta cirurgia, a paciente manteve o mesmo padrão de cicatriz — em T invertido — não ficando com mais cicatrizes além das já existentes.

Não há dúvida de que se obteve um resultado muito mais natural e confortável para a paciente que, finalmente, encontrou profissionais que lhe apresentaram um resultado final que a satisfez.

 

A troca de prótese para, finalmente, realizar o sonhoA troca de prótese para, finalmente, realizar o sonho

 

A taxa de insatisfação com uma primeira mastopexia é muito baixa, mas este é um excelente exemplo de como um tratamento, aparentemente simples, pode obrigar a mais do que uma troca de prótese.

Portanto, se também procura um espaço onde seja ouvida e lhe apresentem um resultado fiel ao que pretende, marque uma consulta connosco.

LIGAR AGORA
PEDIR INFORMAÇÕES
MARCAR CONSULTA