Blefaroplastia – O lifting das pálpebras que vai rejuvenescer o seu rosto

A Blefaroplastia ou o lifting das pálpebras é a
cirurgia que permite a correção das imperfeições nesta zona, normalmente
caracterizadas pelo aparecimento de “bolsas de gordura” ou excesso de
pele, nas pálpebras inferiores e superiores. É uma cirurgia de rejuvenescimento
que não altera a expressão facial e confere uma nova vivacidade e jovialidade
ao olhar.

 

As deformidades das pálpebras surgem com o envelhecimento facial, pela
consequente perda da elasticidade da pele e queda dos tecidos, mas também podem
ser resultantes de anomalias do crescimento, traumatismos ou outras doenças.
Estas alterações podem causar potenciais transtornos de visão, além do aspeto
inestético, conferindo à pessoa mais idade do que realmente tem.

 

A blefaroplastia é uma cirurgia simples e rápida, que permite solucionar os
casos mencionados. Realizada habitualmente sob anestesia local, com ou sem
sedação, não requer internamento, sendo a recuperação rápida e praticamente
indolor.
De um modo geral, em poucos dias, poderá voltar às suas
rotinas normais, sem qualquer problema.

 

Dependendo dos casos e das necessidades específicas de cada pessoa, pode
ser realizada uma blefaroplastia superior, uma blefaroplastia inferior, ou
ambas.
Este procedimento permite então remover o excesso de
depósitos de gordura existentes na pálpebra superior, que causam a tão incómoda
sensação de inchaço. A blefaroplastia superior reduz também a flacidez da pele
que, muitas vezes, provoca a alteração do contorno natural da pálpebra e que
pode até prejudicar a visão em alguns casos.

 

No caso das pálpebras inferiores, esta cirurgia
irá remover o excesso de pele, rugas finas, bolsas de gordura sob os olhos,
podendo também ser realizada com o intuito de corrigir olheiras profundas.

Outra vantagem deste procedimento é a ausência de
cicatrizes após a cirurgia. As incisões são realizadas nas pregas naturais dos
olhos ou na conjuntiva interna do olho, que as torna praticamente invisíveis
após cicatrização. 


Drª. Sofia Tomás

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

LIGAR AGORA
PEDIR INFORMAÇÕES
MARCAR CONSULTA