Menu

Lipofilling de rosto

Preencha o rosto com a sua própria gordura

A manutenção do equilíbrio dos volumes faciais é uma das chaves para a juventude do rosto.

À medida que vamos envelhecendo, a estrutura da pele, nomeadamente da derme e do tecido adiposo que a sustentam, vão sofrendo alterações progressivas, tornando-se mais finos e escassos. Estas alterações estruturais originam um rosto menos delineado, mais flácido e com rugas cada vez mais vincadas.

Ver mais

O lipofilling do rosto, é uma técnica que utiliza a gordura da própria pessoa para preencher irregularidades, rugas, depressões e sulcos. Trata-se de um procedimento no qual se retira a gordura de uma zona previamente definida, para se aplicar no rosto. É uma técnica que tem sofrido um aperfeiçoamento desde o início dos anos 90, e que por isso, é hoje uma técnica com elevado grau de segurança e níveis de satisfação por parte dos pacientes.

As indicações estéticas para o lipofilling do rosto incluem o preenchimento de: bochechas afundadas ou a perda progressiva de gordura das mesmas, sulcos nasogenianos profundos (desde o nariz até os cantos da boca), preenchimento de rugas, conferindo à face um aspeto mais harmonioso e rejuvenescido. Também é um dos métodos vulgarmente utilizado no aumento dos lábios. Além disso, o lipofilling pode ser usado para suavizar todos os tipos de irregularidades ou cicatrizes, tais como as resultantes de uma cirurgia mal executada, ou até mesmo de outras lesões e traumatismos.

A gordura necessária para o procedimento poderá ser retirada da zona que o paciente mais desejar, através de uma pequena incisão. As zonas mais frequentemente pretendidas para esse fim são o abdómen, flancos ou coxa. A gordura aspirada é posteriormente processada laboratorialmente e submetida a processos de centrifugação, filtração ou lavagem. O resultado é um tecido adiposo puro e inócuo pronto a ser injetado nos locais pretendidos. O lipofilling é um tratamento muito procurado, não só por permitir aumentar o volume de determinadas áreas, mas por aumentar a vitalidade do rosto através da melhoria da circulação sanguínea e das caraterísticas especificas dos tecidos, possíveis pelo processo de revascularização induzido.

Pode ser realizado em maior ou menor extensão e numa ou mais zonas, consoante o caso em questão e as expetativas do paciente. Os resultados obtidos são um aspeto extremamente natural, uma vez que a gordura, sendo um componente intrínseco ao organismo humano, é perfeitamente adaptável e compatível. Sendo natural ao organismo humano confere-lhe ainda a vantagem de não induzir reações alérgicas, podendo ser considerado um procedimento seguro.

Dr. David Rasteiro

Licenciado em Medicina pela Faculdade de Medicina de Lisboa e especialista em cirurgia plástica, reconstrutiva e estética pelo Hospital de São José de Lisboa (Ordem dos Médicos 44930).

Entre os vários estágios internacionais realizados, destacam-se o estágio em Cirurgia Plástica e Estética na Clinica Pietà em Curitiba, Brasil, sob a orientação da Dra. Ruth Graf, vencedora de dezenas de prémios e homenagens e no Hospital de Anomalias Craniofaciais da Universidade de São Paulo – Centrinho. Em Nova Iorque, dedicou-se  à reconstrução mamária no Memorial Sloan Kettering Cancer Center e realizou ainda um Fellowship Internacional em Cirurgia Plástica Facial na Holanda (Erasmus MC) e Suíça (Laclinic).

Ver mais

Perguntas Frequentes

Correção de rugas profundas e sulcos. Correção de irregularidade e depressões. Aumento de volume das áreas tratadas, como as maçãs do rosto, lábios, bochechas e queixo. A melhoria da qualidade da pele sobrejacente pode ser um efeito colateral positivo.

Cerca de uma hora, dependendo do tamanho das áreas a ser tratadas.

Não, o procedimento é realizado sob anestesia local na zona onde é retirada a gordura e também na área a ser tratada.

A principal vantagem do lipofilling é que, sendo a gordura da própria pessoa, não é estranha ao organismo. O risco de provocar alergias ou outras reações, é praticamente nulo. Sabe-se igualmente que a gordura tem efeitos benéficos para a pele, pois nas zonas onde é aplicada há uma melhoria da qualidade e elasticidade da pele.

Na área onde é retirada a gordura assim como na área tratada poderão surgir hematomas, inchaço e aumento da sensibilidade. São sintomas que desaparecem gradualmente em poucos dias. É por isso fundamental a aplicação de gelo no local, para minimizar os efeitos.

O inchaço normalmente diminui a partir do terceiro dia, e as atividades sociais podem ser reiniciadas após uma semana. Caso surja alguma equimose, ela permanecerá visível por um período de tempo um pouco maior, no entanto o uso de maquilhagem poderá disfarçar de forma extremamente eficaz as suas marcas.

Os resultados são notados dentro de alguns dias. No entanto, pode demorar até cerca de 3 meses a surgir o aspeto definitivo.

Os principais riscos do procedimento envolvem riscos de assimetria, irregularidades, hipercorreção e infeção. Sendo a maior parte dos riscos preveniveis através da escolha consciente e informada de profissionais certificados.