Menu
  • info@mymoment.pt
  • 21 894 94 94

Carboxiterapia nas olheiras

Melhoria da circulação na zona das olheiras

Incomoda-se com as tão inestéticas olheiras e papos de gordura abaixo dos olhos?

Sabia que existe uma técnica não cirúrgica que permite resolver estes problemas através de uma solução rápida e segura?

A carboxiterapia facial é um tratamento inovador e revolucionário que melhora a circulação e aparência das áreas tratadas, em particular na zona das olheiras.

Ver mais

É uma técnica antiga, tendo surgido nos anos 30, em França. Foi na estação de águas termais de Royat-Chamalières, na região de Avergne, quando um grupo de cardiologistas começou a usar o CO2 em pacientes com problemas circulatórios nos membros inferiores. O seu uso em medicina estética é bem mais recente: começou a intensificar-se no início dos anos 90.

Hoje, tanto a Sociedade Italiana como a Sociedade Americana de carboxiterapia, as mais importantes do género, estão empenhadas em apoiar e elaborar pesquisas científicas que confirmem a eficiência da técnica, tanto para uso estético, como para tratamento de várias patologias. Recentemente, o departamento de cirurgia plástica de Siena, em Itália, concluiu estudos comprovando que o método não apresenta efeitos colaterais. Na realidade a prática clínica até então tinha vindo a demonstrar isso mesmo. Desde 1983, 402 mil pessoas já beneficiaram desta técnica sem complicações associadas.

Consiste na injeção de dióxido de carbono medicinal, estéril, não tóxico e isento de efeitos colaterais ao organismo. Atua como potente vasodilatador, aumentando o afluxo de oxigénio nos tecidos e melhora a circulação sanguínea no local de aplicação.

Um tecido melhor oxigenado aumenta o seu metabolismo local promovendo a diminuição dos papos de gordura abaixo dos olhos. Permite ainda a produção de uma maior quantidade de colagénio ao nível da derme, responsável pela firmeza da pele fina e escurecida característica das olheiras. Por outro lado a carboxiterapia atua também ao nível da epiderme, corrigindo imperfeições superficiais da pele.

No tratamento das olheiras e papos de gordura abaixo dos olhos, a aplicação da carboxiterapia tem tido um enorme sucesso. O dióxido de carbono medicinal purificado, é injetado na derme por uma agulha bem fina, no canto da olheira. A acumulação do gás descola a pele na região da pálpebra inferior, que se “esvazia” em poucos minutos. Os efeitos são imediatos, a técnica estimula a produção de colagénio, aumentando a espessura da pele e escondendo a coloração negra das olheiras. Melhora, ainda, a firmeza e a retração das pálpebras, minimizando também as rugas perioculares.

É um tratamento de fácil execução, rápido e efetivo, causando o mínimo de desconforto possível. É seguro, cientificamente testado e de eficácia demonstrada, amplamente utilizada em contexto médico. Apresenta resultados imediatos e evidentes, possuindo um muito baixo tempo de recuperação.

A aplicação desta técnica na clínica MyMoment é feita através da mais recente e avançada tecnologia, e levada a cabo por profissionais altamente qualificados para a realização do procedimento. O protocolo de tratamento é definido de uma forma personalizada, sempre com acompanhamento por parte do corpo clínico, para que atinja o melhor resultado e melhor grau de satisfação. Poderá ser associado a outras técnicas, em protocolos específicos e personalizados, por forma a potenciar os resultados.

Visite-nos e conheça o que este tratamento pode fazer por si e pela sua imagem. Recupere a vivacidade e juventude do seu olhar.

 

Perguntas Frequentes

Não, o dióxido de carbono é produzido naturalmente pelas células do nosso corpo, todos os dias. É transportado pelo sangue e expulso pelos pulmões através da respiração. Vários estudos indicam que a terapia com dióxido de carbono é uma terapia segura e sem efeitos colaterais relevantes.

O número de sessões de carboxiterapia depende do tratamento. Em média são recomendadas 5 sessões de tratamento. No casos das olheiras são recomendadas 5 sessões de tratamento, tratamento esse que deve ser realizado em intervalos de 15 dias. No entanto na clínica MyMoment, discute-se caso a caso, de forma a definir o número total de sessões. Após atingir os resultados esperados recomenda-se uma manutenção periódica anual ou semestral.

A tolerância à dor varia muito de pessoa para pessoa, mas a aplicação da carboxiterapia pode doer um pouco, pois a entrada do gás sob a pele proporciona um ligeiro descolamento da pele, provocando uma certa sensação de desconforto, embora na maioria das vezes o efeito colateral mais notado seja a vermelhidão ou o surgimento de pequenas nodoas negras na zona abaixo dos olhos.
Por este motivo recomenda-se o início das sessões com menor teor de gás, para permitir ao paciente adaptar-se pouco a pouco à técnica.

O resultado esperado e a frequência das aplicações dependem do tipo de pele, do biótipo do paciente e do grau da alteração a ser tratada. Os resultados têm-se demonstrado bastante satisfatórios, adiando assim a necessidade de intervenção cirúrgica (blefaroplastia), de maneira eficaz e mais económica. Os efeitos são perceptíveis após algumas sessões, ocorrendo maior produção de colagénio, retração e descolamento da pele com fissuras. A carboxiterapia pode ser associada à drenagem linfática manual por forma a agilizar os resultados.

Este factor depende inteiramente do paciente. Comportamentos saudáveis tais como, uma alimentação saudável, um bom ciclo de sono, a prática de atividade física regular, o uso de protetor solar diário, a evição de ambientes com muito fumo, poderão ajudar a manter os resultados durante anos.

Não. O efeito da carboxiterapia para olheiras dura de 6 meses a um ano, após esse período poderá haver a necessidade de umas sessões de manutenção. Assim, é aconselhado utilizar cremes anti-olheiras que podem prolongar os resultados deste tratamento.

Após fazer as sessões de carboxiterapia é normal o surgimento de inchaço nos olhos que dura cerca de 5 a 10 minutos. É recomendado a aplicação local de gelo. Após esse período, pode-se retomar as atividades diárias normais, sem qualquer tipo de cuidados especiais.

Apesar de raros, pode ocorrer inchaço da pálpebra superior e inferior do olho e o surgimento de pequenas nodoas negras na região. É possível minimizar estes efeitos colaterais realizando um sessão de drenagem linfática facial após a carboxiterapia e aplicando gelo sobre a região.

Cada sessão dura aproximadamente 20 minutos, e a recuperação é imediata, não sendo necessária nenhuma alteração na rotina no dia do procedimento. A rotina diária pode ser retomada imediatamente após a sessão, embora seja preferível evitar a exposição solar nas 24 a 48 horas seguintes.

Todos os pacientes que tenham alergias ativas na pele, herpes na região a tratar, gangrena, acne, urticária, infeções locais, bem como grávidas, obesidade mórbida, epilepsia, distúrbios psiquiátricos e doentes cardíacos ou pulmonares. Sempre que o paciente apresentar algum destes casos, o especialista deverá recomendar uma técnica alternativa de modo a minimizar os riscos.