Menu

Massagem modeladora

A estética no combate à flacidez cutânea

A massagem modeladora é uma técnica não invasiva de tratamento da flacidez cutânea, proporcionando um tratamento relaxante e indolor com bastante eficácia.

A flacidez é o enfraquecimento da elasticidade da pele e dos músculos. Além do passar do tempo, há muitos fatores que podem contribuir para o aumento da flacidez cutânea tais como, a exposição à luz solar, quantidade de peso perdido, idade, elasticidade da pele, tabagismo, fatores genéticos, gestação, etc.

Ver mais

A flacidez ocorre devido a uma diminuição na produção de fibras de colagénio e elastina, o resultado dessa diminuição na produção de fibras é a alteração na elasticidade da pele e dos músculos. A flacidez atinge principalmente as mulheres em locais como pernas, rosto, braços, abdómen e glúteos.

A massagem modeladora é feita através de movimentos vigorosos de amassamento e fricção. Os benefícios consistem na melhora da oxigenação, nutrição, vasodilatação promovido pelo aquecimento local e liberação de aderências. A sequência de movimentos com as mãos ajuda no processo de transporte e posterior eliminação das toxinas e impurezas.

Para atingir a camada mais profunda onde está armazenada a gordura, a força executada nos movimentos de pressão, amassamento e deslizamento é maior. Dessa maneira a fisioterapeuta, que realizada a massagem, consegue “quebrar” as cadeias de gordura que posteriormente são eliminadas através da corrente sanguínea, além de melhorar a oxigenação dos tecidos. Relativamente à flacidez, a massagem modeladora, ao oxigenar os tecidos irá promover a estimulação da produção de colagénio e elastina, proteínas responsáveis pela melhoria da textura e tónus da pele.

A técnica de massagem modeladora deverá ser aplicada por fisioterapeutas certificados, com profundos conhecimentos anatómicos que permitam responder às necessidades específicas do paciente. Consulte a clínica MyMoment e conheça o plano de tratamentos, mais adequado ao seu caso.

Perguntas Frequentes

Não. A drenagem linfática é uma técnica de massagem manual que estimula o retorno da linfa para o sistema linfático, diminuindo a retenção de líquidos e eliminando resíduos e toxinas. Sendo assim, ela não atua diretamente na flacidez, nem na celulite, apesar de ter um efeito indireto sobre as mesmas. Já a massagem modeladora é executada com movimentos firmes, rápidos e repetitivos sobre a pele, com objetivo de quebrar a gordura localizada e melhorar a flacidez, melhorando desta forma também a elasticidade da pele.

Em algumas zonas poderá provocar uma ligeira sensação de desconforto. A massagem modeladora é realizada com movimentos rigorosos de prensão, deslizamento e amassamento da pele, numa intensidade que atinja as camadas lipídicas. Por isso, muitas pessoas sentem desconforto ao realizar esta técnica. O ideal é aumentar a intensidade de forma gradual, para que o organismo se adapte à mesma.

Não. O hematoma é sinal de rompimento de vasos sanguíneos, e o extravasamento do sangue para os tecidos pode causar uma resposta inflamatória na região e dor, o que não é desejável. Quando ocorre o hematoma é sinal de que o limite ideal de intensidade da massagem foi ultrapassado, ou seja, uma massagem que causa hematomas não indica uma massagem modeladora mais eficiente, pois não é necessário ultrapassar a camada de gordura da pele. Pode acontecer em pessoas com tendência a hematomas, porém é um fato esporádico, que deve ser imediatamente avaliado. No caso de ocorrer um hematoma, coloque gelo (sempre enrolado em uma toalha ou num saco plástico), a cada duas horas, durante 15 a 20 minutos.

Não. Os diferentes aparelhos utilizados para a massagem modeladora podem facilitar uma intensidade maior da massagem, porém nem sempre uma massagem tão intensa é necessária. Além disso, a realização manual da massagem permite que o terapeuta avalie cada região do corpo, verificando os locais de maior acúmulo de celulite e flacidez, direcionando o tratamento, tornando-o mais eficaz e objetivo.