Menu
  • info@mymoment.pt
  • 21 894 94 94

Mamoplastia de redução

Redução do volume da mama

A Mamoplastia de Redução é uma intervenção cirúrgica que consiste na redução do volume da mama, para que esta fique com uma forma e volume mais adequado e mais confortável.

Está indicada no caso de ter queixas de volume mamário exagerado e uma mama descaída. Com esta cirurgia pode alcançar a redução do tamanho da mama e uma forma mais jovem e atraente.

Ver mais

O excesso de volume das mamas, para além de dificultar a sua vida diária, pode também provocar dores nas mesmas, nos ombros, na região cervical ou nas costas. Uma redução do volume minimiza estes problemas, melhora a postura e ajuda a melhorar a aparência geral e a autoconfiança.

Existem uma série de técnicas descritas na medicina para a redução da mama, mas, de uma maneira geral, é feita a retirada de tecido mamário, gorduroso e pele de uma determinada região da mama e, em seguida, é feita a remodelação da forma natural. A evolução das técnicas para mamoplastia de redução tem sido notória ao longo dos anos, permitindo intervenções que garantam uma abordagem o mais fisiológica possível, preservando a sensibilidade, vascularização e galactóforos que permitam o normal processo de amamentação.

A extensão e o formato da cicatriz variam consoante os casos. Elas variam de uma discreta cicatriz periareolar até uma maior, em formato de T invertido – que se inicia ao redor da aréola e se complementa com uma linha vertical e outra horizontal. Quanto menor for a mama, menor será a cicatriz. No entanto pode contar com todos os esforços do nosso cirurgião plástico para que a cicatriz adquira o menor tamanho e fique o mais imperceptível possível.

A idade ideal para realização desta cirurgia é aproximadamente a partir dos 17 anos, altura em que o desenvolvimento da mama já está completo. A exceção é quando a mama se encontra formada antes dos 17 anos e acontece caso haja prejuízo funcional, como dor nas costas ou desvio da postura, ou desenvolvimento acelerado da mama.

Cuidados pré-cirúrgicos

É importante programar a vida diária e social respeitando os cuidados necessários para a realização da cirurgia. A paciente deverá apresentar boas condições de saúde para realizar a intervenção. Na consulta médica, é realizada uma avaliação física completa, onde são solicitados exames complementares de diagnóstico e análises laboratoriais.

É de extrema importância avisar o cirurgião plástico caso o paciente apresente sintomas de gripe ou se sinta indisposto antes da cirurgia, assim como dos medicamentos que habitualmente toma porque alguns deles devem ser suspensos, como é o caso dos anticoagulantes, os anti-inflamatórios ou quaisquer outros que possam aumentar o risco de hemorragias.

É fundamental que nas 8 horas antes da cirurgia se faça jejum absoluto de alimentos sólidos e líquidos. Os fumadores devem suspender hábitos tabágicos antes e depois da cirurgia até que a cicatrização normalize. Pessoas com diagnóstico de depressão devem avisar o médico durante a consulta de avaliação, para que sejam tomados os devidos cuidados.

O tempo de cirurgia, a anestesia a ser utilizada e todo o tipo de informações que deseje adquirir ser-lhe-ão indicados pelo cirurgião da clínica MyMoment.

Cuidados pós-cirúrgicos

É importante saber que o tempo de recuperação é muito variável dependendo de cada caso. A paciente deverá pedir a alguém que o acompanhe e fique consigo, pelo menos, na primeira noite, após a cirurgia.

Seguir as recomendações do médico é fundamental para o sucesso da cirurgia. É importante que as incisões cirúrgicas não sejam sujeitas à força excessiva, durante o período de cicatrização. Não deverá pegar em pesos, crianças ao colo, sacos ou conduzir num período pré definido e indicado pelo cirurgião, normalmente por um período de 20 dias a um mês.

Nos primeiros dias após a cirurgia deve repousar. Deve beber muita água. Durante as primeiras 48 horas após a cirurgia, os pacientes experimentam diversos graus de edema e hematomas. O inchaço pode persistir por mais tempo. As equimoses geralmente desaparecem dentro de sete a dez dias. Os pontos são normalmente removidos decorrida uma semana da cirurgia. É fundamental o uso de um soutien cirúrgico, por um tempo que será determinado pela equipa médica da clínica. Não deverá fumar durante o primeiro mês. E é muito importante que se inicie um protocolo de drenagens linfáticas ao fim de cerca de 5 dias após a cirurgia. Estas permitirão a redução do edema (inchaço) e prevenção de formação de fibroses.

Se os cuidados pós-operatórios forem tidos em consideração, poderá retomar as atividades normais num espaço de dez dias. Da mesma forma, o paciente pode minimizar os riscos e possíveis complicações se seguir os conselhos e as instruções do seu cirurgião plástico, antes e após a mamoplastia de redução.

Complemento à cirurgia – Simulação 3D

A simulação 3D é feita com um software muito inovador – Crisalix ou Vectra 3D – que permite simular uma cirurgia plástica antes da realização da mesma. Os pacientes podem, desta forma, visualizar de uma forma muito real os resultados expectáveis da intervenção a que se irão submeter.

O sistema Vectra 3D utiliza 12 câmaras digitais que recolhem imagens em 3D do paciente e a partir daí é construído um modelo tridimensional do seu aspeto atual. O sistema Crisalix permite a utilização de fotografias tiradas pela paciente ou pelo cirurgião. As imagens são depois processadas pelo software.

As imagens transmitidas por computador são uma forma de entender a abordagem estética do cirurgião permitindo ao paciente ter maior confiança nos resultados esperados. Este simulador melhora a comunicação entre o cirurgião e a paciente, ajuda a reconciliar as diferenças entre os desejos de ambos, permite analisar e suportar o planeamento pré-operatório e ajuda na identificação de pacientes com expectativas irrealistas. No final, médico e paciente compartilham os objetivos do tratamento.

Dr. David Rasteiro

Licenciado em Medicina pela Faculdade de Medicina de Lisboa e especialista em cirurgia plástica, reconstrutiva e estética pelo Hospital de São José de Lisboa (Ordem dos Médicos 44930).

Entre os vários estágios internacionais realizados, destacam-se o estágio em Cirurgia Plástica e Estética na Clinica Pietà em Curitiba, Brasil, sob a orientação da Dra. Ruth Graf, vencedora de dezenas de prémios e homenagens e no Hospital de Anomalias Craniofaciais da Universidade de São Paulo – Centrinho. Em Nova Iorque, dedicou-se  à reconstrução mamária no Memorial Sloan Kettering Cancer Center e realizou ainda um Fellowship Internacional em Cirurgia Plástica Facial na Holanda (Erasmus MC) e Suíça (Laclinic).

Ver mais

Dr. Nuno Maria

Com Mestrado Integrado em Medicina pela Faculdade de Medicina de Lisboa e inscrito na Ordem dos Médicos com a cédula profissional número 49635.
Tornou-se Especialista em Cirurgia Plástica Reconstrutiva e Estética, após terminar a sua formação no Hospital de São José, hospital de referência a nível nacional. Neste hospital dedica-se predominantemente à cirurgia de reconstrução mamária, procedimento intrinsecamente ligado às técnicas utilizadas em cirurgia estética.

Ver mais

Perguntas Frequentes

Esta cirurgia recomenda-se a mulheres com um volume mamário exagerado que não apreciem a sua imagem corporal ou aquelas que apresentem queixas de dores cervicais.

Anestesia local com sedação.

Cerca de 2 horas e meia a três horas.

Eventualmente um dia mas não será obrigatório. Dependerá de cada caso.

Logo nos primeiros dias, a alteração é muito satisfatória e as doentes sentem um grande alívio. Contudo, os resultados finais serão obtidos sensivelmente aos três meses após a realização da cirurgia.

Apenas se houver alguma contraindicação anestésica ou, como em qualquer cirurgia da mama, se houver patologia da mama que não esteja devidamente esclarecida.

Deve realizar exames pré-operatórios incluindo a mamografia.

Deve ficar alguns dias em repouso, usar um soutien especial e pensos adequados no local da cirurgia. A drenagem linfática tem um efeito fantástico na recuperação.

As cicatrizes passarão inevitavelmente por diversas fases, até que se atinja a maturação. A extensão e o format da cicatriz variam consoante os casos. Será sempre acompanhada pelo cirurgião no pós-operatório para adquirir o melhor resultado possível.

Na maioria dos casos os resultados permanecem inalterados. No entanto caso haja alguma alteração esta poderá ser sujeita a avaliação e correção.