Menu

Cirurgia íntima masculina

Remoção excesso de gordura ou aumento de pénis

Hoje a cirurgia plástica pode responder a temas que antes eram considerados tabus, como a forma e o tamanho do órgão sexual masculino, a redução da mama masculina, e outras alterações de estéticas, no corpo masculino.

Existem muitas alterações anatómicas no órgão sexual masculino, quanto ao tamanho, espessura ou forma.

Ver mais

Muitos são os homens insatisfeitos com o seu orgão sexual, o que causa stress na sua vida quotidiana e sobretudo na sua vida sexual, provoca baixa de auto-estima e provoca o surgimento de complexos, pois o pénis é para o homem a imagem de virilidade e masculinidade.

Para estes, a cirurgia íntima masculina pode ser a resposta. Os problemas que podem ser corrigidos com a cirurgia íntima masculina são:

  • Lipoaspiração da gordura pré-pubiana: consiste na remoção de gordura depositada em excesso na base do pénis (púbis). Ao se retirar este depósito de gordura vai originar um maior exposição da base do pénis, dando a sensação de aumento do seu tamanho;
  • Espessura do pénis e forma do pénis, que pode ser alterar retirando-se tecido adiposo (gordura) com uma seringa, de outras regiões do corpo onde este esteja depositado em excesso (abdómen, coxas, dorso, etc). De seguida, esta gordura, do próprio paciente, é tratada e injectada no pénis;
  • Aumento do pénis: pode ser obtido com um cirurgia do ligamento suspensor do pénis, um procedimento cirúrgico muito simples, que consiste na intervenção ao nível deste ligamento, e que permite aumentar o pénis, enquanto flácido, entre 0,5 a 1,3 centímetros.

A cirurgia que permite o aumento da espessura e comprimento do pénis, é também designada por Faloplastia.

Dr. David Rasteiro

Licenciado em Medicina pela Faculdade de Medicina de Lisboa e especialista em cirurgia plástica, reconstrutiva e estética pelo Hospital de São José de Lisboa (Ordem dos Médicos 44930).

Entre os vários estágios internacionais realizados, destacam-se o estágio em Cirurgia Plástica e Estética na Clinica Pietà em Curitiba, Brasil, sob a orientação da Dra. Ruth Graf, vencedora de dezenas de prémios e homenagens e no Hospital de Anomalias Craniofaciais da Universidade de São Paulo – Centrinho. Em Nova Iorque, dedicou-se  à reconstrução mamária no Memorial Sloan Kettering Cancer Center e realizou ainda um Fellowship Internacional em Cirurgia Plástica Facial na Holanda (Erasmus MC) e Suíça (Laclinic).

Ver mais

Perguntas Frequentes

Não, esta cirurgia é realizada em ambulatório, ou seja, o paciente volta para casa no mesmo dia.